Tá caro!!! Dicas simples para resolver objeções e fechar o negócio

Para os brasileiros, dizer que algo está caro é cultural e já está enraizado em seus costumes.

Virou prática comum para a população pechinchar onde quer que seja.

Ao desempenhar o papel de vendedor, você precisa ficar atento e saber como se portar em situações nas quais o cliente te questiona e afirma que o produto está caro.

Veja como é simples.

Como já introduzido acima, essa questão de estar ou não estar caro, depende muito de como o cliente enxerga a situação.

É  preciso ter em mente que ele tem a sua própria bagagem cultural e que é alheio à sua vontade.

“Clientes fazem pechincha por hábito cultural”

Sendo assim, é fundamental estar preparado para essas situações e não ser pego de surpresa.

Saiba que são diversos fatores que contribuem para que o cliente ache seu produto caro, dentre alguns exemplos, estão:

1 – O cliente pode ter achado o mesmo produto mais barato em outro lugar

2 – Ele pode estar indeciso e julga não precisar do produto

Nessas situações, é necessário calma e jogo de cintura para convencer o seu cliente de que vale a pena ele efetuar a compra.

Mas como isso funciona?

É bem simples.

Clientes são pessoas, e pessoas, são confusas e indecisas por natureza, e é exatamente nesta hora que o seu papel de vendedor precisa ser bem executado,

É nesse momento que a venda pode se concretizar.

Questione ao seu cliente o motivo dele achar caro, pergunte a opinião dele, tenha curiosidade.

É fundamental entendê-lo para conseguir utilizar a estratégia correta e alcançar o sucesso na venda.

“Ajude o cliente a tomar a decisão certa”

Não explique apenas sobre o produto, mostre ao cliente que benefícios ele terá adquirindo o que ele quer comprar.

Faça comentários, explane sobre suas características positivas e passe segurança em sua fala.

Agora vem a melhor parte.

Mesmo praticando todas as dicas, haverão clientes que mesmo assim, irão falar que está caro, aí é que entra a jogada de mestre.

É seu dever fazer claras comparações com o que ele te der de informação,

Por exemplo, ele pode dizer que em outro local, conseguiu um preço mais barato, ou não está decidido em efetuar a compra, são situações que ocorrem rotineiramente.

“Mostre as vantagens do seu produto para o cliente”

Então questione o cliente, converse: pode ser que no local em que ele achou o preço mais em conta,

Não valha a pena o deslocamento até lá, o custo benefício não seja bom, entre outras situações.

E para fechar com chave de ouro.

O cliente precisa de sua ajuda, sendo assim, escute-o, preste atenção nas dicas que ele te passa, mesmo que ele próprio não se dê conta disso.

Enxergue-o como se fosse um amigo, respeite a opinião dele, mesmo depois de conseguir provar que seu produto não está caro.

Considere a opinião dele, mas esteja pronto para mostrar-lhe o outro lado da moeda, ou seja, que você está disposto a ajudá-lo quando for necessário e que tem algo de novo a acrescentar.

Mas lembre-se: seja humilde, paciente, tenha empatia e perceba que no fim, os dois lados podem sair ganhando, portanto, esteja pronto para qualquer situação.

Link para compartilhamento: http://bit.ly/2vAII4g

Este post tem um comentário

Deixe uma resposta

Fechar Menu